1000-dolaresA Comissão Preparatória Nacional do Conclave disponibilizou 100 mil Kwanzas para a realização das campanhas dos “presidenciáveis”. O valor foi de imediato considerado irrisório pelos candidatos e militantes do partido que apontam o dedo a Lucas Ngonda como estando por trás dessa «façanha», com intenção deliberada de prejudicar seus directos concorrentes.

O presidente da FNLA, L está a ser acusado de pretender perpetuar-se a frente dos destinos do Partido FNLA. Numa altura em que Ngola Kabango disse não se rever no Congresso a ser realizado, surgem outras críticas à actual liderança reconhecida pelo Tribunal Constitucional.

Pedro Gomes, que assumiu a liderança da Associação UPA, disse que «quem decidiu sobre o valor a disponibilizar aos outros candidatos foi ele, enquanto a maior parte do bolo ficou certamente em sua posse. Ele tem todas as vantagens, porquanto continua a exercer e a comandar como se a realização do congresso fosse uma simples manobra de diversão. O homem está a atropelar tudo e todos, chegando ao ponto de ser agressivo».

O político afirmou que “Lucas Ngonda infiltrou uma grande quantidade de familiares na própria Comissão Preparatória e em outros departamentos do partido, o que lhe permite controlar tudo.”

Fonte: Semanário Angolense

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s