João Baptista Borges, ministro da Energia e Águas

João Baptista Borges, ministro da Energia e Águas

Familiares próximos ao ministro Baptista Borges, perguntam-se se poderão ou não pedir reparações ao jornalista Rafael Marques por via judicial. Nos bastidores conta-se que o ministro ficou enraivecido com o facto do Jornalista ter publicado uma notícia falsa contra sua família.

O também activista cívico voltou a estar em cena pela negativa ao ter publicado uma matéria que ofendia o bom nome da família do ministro Baptista Borges, tendo se baseado apenas numa única fonte e sem ter tentado ouvir o lesado. No final da história, a notícia veiculada era falsa.

A informação avançada pelo site makangola dizia que o filho do ministro teria espancado e carregado na bagagem o dirigente do Partido Popular, Francisco Pascoal, partido liderado pelo Advogado David Mendes e que o ministro teria intervido directamente no caso.

“Pela suposta dimensão do Rafael Marques, não pensamos que ele fosse fazer uma matéria dessa natureza como se fosse um amador, pegando apenas numa fonte e sem consultar as pessoas lesadas, afinal quantas mais notícias falsas ele terá publicado durante a vida toda?” – disse um familiar próximo ao ministro.

O jornalista foi obrigado a publicar no seu site o direito de resposta do ministro, e como consequência modificou o texto polémico, mas o que é facto é que os danos contra a imagem do ministro são claros, pois, muitos que consumiram a matéria já nem tomarão contacto com a veracidade dos factos, ou seja, de que a notícia nada tinha que ver com o ministro.

Nossas fontes confirmaram que terá sido um amigo do Jornalista que lhe alertara sobre a falsidade da notícia e de que a única fonte de que ele dependia era um embuste.

Abaixo segue a declaração do ministro Baptista Borges:

À luz do direito de resposta, o Senhor João Baptista Borges, Ministro da Energia e Águas, lamenta e desaprova a notícia veiculada esta manhã pelo Site Makaangola, que Filho de Ministro Espanca e Leva Politico no Porta-bagagem, que numa atitude irresponsável e caluniosa, mancham o seu bom nome e o da sua família.

Antes de qualquer publicação, que ponham em causa o bom nome e da família de qualquer cidadão, os responsáveis pelo Site Makaangola deveriam obter informações das partes envolvidas no conflito, de forma a conhecerem a verdade dos factos.

Nessa data, ninguém da sua família, esposa e filhos estiveram na Vila Residencial do GAMEK, e nenhum filho seu meteu-se em alguma rixa como vem veiculado no Site referido.

Pelo exposto, apelamos aos responsáveis da linha editorial do Site Makaangola, que façam uma retractação pública, repondo a verdade dos factos, pois o cidadão João Baptista Borges, Ministro da Energia e Águas, não tem nenhum filho com o nome de Vado, nem houve qualquer incidente envolvendo a sua esposa e filhos, nem é morador da Vila Residencial do GAMEK.

Luanda, aos 09 de Dezembro de 2014

O cidadão João Baptista Borges

Fonte: Ditos do Baú

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s