O Partido do Galo negro fez uso da Rádio Despertar para ofender a honra do comunicólogo Celso Malavoleneke, o que irritou o também docente universitário. Na íntegra segue o desabafo:

“PARA A UNITA APRENDER
A UNITA (ou a JURA, o que dá no mesmo) decidiu gastar parte do seu precioso tempo mandando um chorrilho de insultos contra o cidadão Celso Malavoloneke. Assim se diz democrata, agredindo com extrema violência verbal um cidadão que mais não fez que emitir uma opinião – desfavorável no caso – sobre as «queixinhas» que Isaias Henriques Ngola Samakuvavolta e meia vai fazendo nos amigos dele estrangeiros. E para isso, utilizou um órgão de comunicação social. Isso é grave:
Saibam, meus amigos duas coisas: Se algo me acontecer, os responsáveis serão a UNITA e a «sua» Despertar.
E, para pôr ordem no circo, pela primeira vez um cidadão vai levar um partido político a Tribunal. Esse cidadão chama-se Celso Malavoloneke e o partido em referência é a UNITA.
E amanhã mesmo sai um comunicado-resposta que a Despertar vai ter que pôr no ar. Com as mesmas honras de tratamento: terá que pô-lo a abrir o noticiário das 13 horas. Nesse comunicado direi mais da minha justiça o que acho desta patetice da UNITA.

UM KWANZA PARA MIM BASTA
Vou levar a UNITA a Tribunal sim. Mas desejo que esse seja um exercício pedagógico, para que se saiba que neste País existe uma Sociedade que se rege por regras. É esse tipo de Sociedade que a própria UNITA diz perseguir. E numa Sociedade com regras, quando um cidadão se sente lesado, ou ameaçado por seja quem fôr, tem o direito de recorrer aos tribunais para ver a sua honra reposta.
Mas por isto se pretender um exercício meramente pedagógico – acho que a UNITA tem que aprender a respeitar as regras de sã convivência, a indemnização que cobrarei à UNITA pelos danos que o seu comunicado causou é exactamente UM KWANZA!
Queria que fossem 50 cêntimos, mas depois achei que também não posso facilitar tanto assim...”

Recordamos que Isaías Samakuva, chegou a ser também criticado por ter feito uma espécie de solicitação à Portugal de uma nova independência, exactamente no país que durante 500 anos colonizou nosso país.

Fonte: Ditos do Baú

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

One response »

  1. Um Kwanza até daria para comprar um fraco de creme bronzeador ou um bom chapéu kkkk

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s