ImagemPor: Nelo de Carvalho

 

Desgraçados, mulherengos, presunçosos, deixem a menina ( mulher) casar em Paz, com quem ela quiser.

O generalismo e o militarismo fizeram de suas condições atos propensos para abocanhar o que há de melhor em nossa sociedade. Até o direito de amar, em certas circunstâncias, esteve condicionada àquela posição.

Não é a toa que na JAMBA Savimbi achava que todas mulheres eram dele; ou que no mínimo ele teria direito de fornicá-las; o guerrilheiro selvagem se apossava até das sobrinhas!

No país dos Mwangolés, a política, a guerra e a corrupção fizeram das mulheres um instrumento de seus desejos mesquinhos e promíscuos; muitas deixaram de amar de verdade quem deveriam amar, para amar assassinos, vagabundos e corruptos. Estes, os últimos, hoje na pele de empresários, têm um mundo dourado diante destas. Que trocam o verdadeiro amor pela prostituição, mesmo quando se apresentam como a autêntica esposa de fulano ou sicrano; antes disso, debaixo da ponte já rolou muita promiscuidade.

O verdadeiro amor pela prostituição!!??

Pois, também, há aqueles que trocam a prostituição por um amor de verdade! Porque o que não falta mesmo por aí, é corno casando com prostituta! Um troca-troca de interesses, que no fim “ajuda” a construir as ditas famílias que aí temos: deficientes já na sua intenção de se formar!

 

Nelo de Carvalho

Nelo6@msn.com

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s