ImagemO líder do Partido de Renovação Social, tem vindo a receber algumas críticas, relacionadas com a sua permanência à frente dos destinos do seu partido, sem uma alternância à vista.

Ao nível da Assembleia Nacional, o líder do partido já “factura” vinte anos sem que tenha renunciado à tal cargo. “opinion makers” afirmam que a Oposição só poderá se posicionar como verdadeira alternância quando, adoptar regras diferentes do actual governo. Alguns líderes da oposição já se afastaram da Casa das Leis, para priorizar os trabalhos ao nível dos seus partidos políticos, Eduardo Kwangana, parece que não vai “desarmar” agora os benefícios, que esse mandato lhe confere.

Nos últimos tempos, algumas correntes internas, têm sido abafadas e existem rumores, de que o líder tem uma foco preferencial pelas regiões das  Lundas, áreas em que o MPLA está a ganhar terreno, o que põe em perigo a luta política dos renovadores sociais.

As pressões internas, e má imagem da sua continuidade no parlamento, face às renúncias dos restantes líderes da oposição, poderão jogar na sua decisão nos próximos tempos. Uma fonte assegurou, que é pouco provável que aconteça uma renúncia, antes de 2017.

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s