ImagemO activista mais mediático de Angola, Rafael Marques, depois de ter sido “salvo” pela justiça portuguesa em função do processo movido pelos generais angolanos, em função do das denúncias do activista constantes do livro “Diamantes de Sangue: Corrupção e Tortura em Angola”, vai enfrentar as mesmas acusações e ser provavelmente condenado em Angola.

Pelo facto de não acreditar na justiça angolana, o activista adiantou-se em pedir ajuda ao Executivo angolano, para se ver livre da quase certa condenação, por não ter provas concretas que liguem os generais aos crimes publicados na sua obra.

Diz-se que um amigo do activista, bem posicionado no regime estará a encetar contactos para que William Tonet receba a “clemência” do presidente José Eduardo dos Santos.

Paralelamente a essa iniciativa, e de acordo com a SIC notícias um grupo de ONG´s angolanas e internacionais, enviaram uma carta pedindo às Nações Unidas que intervenha junto do governo angolano para retirar as queixas. ONG´s como a Media Legal Defense, Article 19, AJPD, OMUNGA, Associação Mãos Livres, Human Rights Foundation, dentre outras, assinam a petição.

Fontes próximas do ditosdobau, afirmam que talvez uma carta-intercessão de Rafael marques dirigida ao Comandante-Em-Chefe das FAA, poderia levar os generais a retirarem as queixas.

 

About Patriota

Patriota, que aborda a política angolana, com isenção, imparcialidade e rigor analítico.

One response »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s